Pirão Cultural de Setembro

A Nova Fronteira do Ecoturismo Catarinense: Bombinhas
13 de setembro de 2017
Abertura de Verão: Show Nacional Cidade Negra (Bombas)
28 de novembro de 2017

Na sexta-feira, dia 22 de setembro, acontece mais um Pirão Cultural, desta vez com a parceria do restaurante Rancho da Ana, no bairro José Amândio. O tema passeia pela colonização eiriceirence, tão significativa na identidade bombinense e da região, e traz uma roda de conversa com os escritores Rogério Pinheiro, de Navegantes, Magru Floriano, de Itajaí, Alcides Mafra, Thiago Furtado e Isadora Manerich, de Porto Belo e os bombinenses Marquinho Pinheiro e Marcinha Ferreira, todos pesquisadores, que debatem os “200 anos da Colônia Nova Eiriceira”.

O encontro de setembro também propicia a exibição do documentário “Navegantes”, que aborda a colonização portuguesa no litoral catarinense pelo olhar de seus moradores. O filme mostra que os descendentes de portugueses têm origem em diversas regiões de Portugal e não apenas no Arquipélago dos Açores. O curta-metragem foi gravado em Navegantes e mais oito cidades de Santa Catarina, entre elas Bombinhas.

O Pirão Cultural é realizado pela Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas, as inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo link: goo.gl/4nkQpq, ou pelo telefone 47 3264-7478, sede administrativa da FMC. O acontecimento é finalizado com uma degustação à base de pirão e peixe, oferecida pelo restaurante Rancho da Ana.

O quê: Pirão Cultural “200 anos da Colônia Nova Ericeira”

Roda de conversa com os escritores: Rogério Pinheiro, Alcides Mafra, Thiago Furtado, Isadora Manerich, Marcos (Marquinho) Aurino Pinheiro, Márcia (Marcinha) Cristina Ferreira e Magru Floriano, e exibição do documentário “Navegantes”.

  • Quando: Dia 22 de setembro, às 19 horas,
  • Onde: Restaurante Rancho da Ana, rua Leopardo, 571, José Amândio.
  • Inscrições gratuitas: Pelo link: goo.gl/4nkQpqou pelo telefone (47) 3264-7478, sede administrativa da FMC.
  • Classificação: livre
  • Realização: Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.